Sobre a comercialização do Frango Caipira…

Em meados da década de 1980 havia basicamente duas opções para criação de frangos: ou frango industrial ou o caipira comum, ainda pouco difundido ou criado apenas em quintais de fazendas, de pouco apelo comercial.

Nessa época começaram a surgir no mercado brasileiro as raças exóticas como o paraíso pedrês, o label rouge entre outras. Essas raças surgiram juntamente com um aumento do mercado de aves caipiras, tradicionalmente vendido em feiras livres. Essas aves exóticas foram desenvolvidas principalmente para atender a mercados europeus de produtos orgânicos. Para esse mercado o que importa é a origem das aves e dos alimentos que elas ingeriam, e que principalmente fossem livres contaminates químicos (antibióticos, pesticidas, etc)

Justamente por serem aves mais resistentes aos desafios naturais é que se buscou essas aves para produção do frango “caipira” no Brasil. Sob a ótica da rusticidade elas atendem muito bem às necessidades de produção do frango caipira.

Optamos pela raça label rouge  devido ao sabor,  consistência da carne e sua coloração amarelo forte. Estes na verdade são os principais requisitos exigidos do frango caipira, e o seu principal diferencial do frango de granja. Outro ponto importante é que as aves importadas são resistentes às condições impostas na Europa, onde as condições de clima e temperatura são mais favoráveis ao desenvolvimento delas.

O frango caipira tem sabor e consistência diferenciada principalmente em função do sistema de criação livre (aves soltas), tipo de alimentação  e principalmente a idade ao abate.

Todo animal de produção deve ser abatido apenas depois de atingida a maturidade sexual. Aves comerciais (granja) são abatidas precocemente, e com isso mantém as características próprias de sabor da carne.

Portanto a qualidade é o principal diferencial da ave caipira à ave de granja.

Comments (1) »

criação de frango caipira label rouge

Leave a comment »

FRANGO CAIPIRA

tipo Label Rouge

Criamos frango caipira e incentivamos seu consumo através de informações e receitas.

Leave a comment »

Abate e Embalagem


o abatedouro e os piquetes

abate e depena

…e por fim a embalagem. Logo após as aves embaladas vão para a área de armazenamento para o congelamento das bandejas.

Comments (1) »

Conforto das Aves e Manejo dos Pintinhos


No final do dia as aves são recolhidas para local protegido, onde recebem calor e cuidados necessários.

Os Pintinhos ficam em local segregado, protegido até poderem sair para pastar.

Leave a comment »

Manejo da Criação

Piquetes separados para lotes de idades diferenciadas. Aves criadas soltas nos pastinhos.

Leave a comment »

Os Piquetes

O pasto é subdividido em piquetes com forração especial recomendada para frangos caipiras.

Leave a comment »

A Criação

Produção de frango Caipira, da raça Label Rouge (o caipira francês original) em sistema semi-extensivo, a pasto, com alimentação complementar natural (pastando). Nossas aves recebem alimentação à base de milho, cana picada e frutas.

SANIDADE, HIGIENE E PROFILAXIA

Adotamos a profilaxia como prevenção de doenças com técnicas sanitárias e de higiene, segundo as normas internacionais. Possuímos

um Programa de Vacinação recomendado pelos órgãos competentes.

Leave a comment »